domingo, 3 de maio de 2009

Cá dentro


Lá fora chove: é frio, cinza e opressor - mantendo nossos corpos aqui dentro, em paz,unidos e quentes. Lá fora há barulho, música, festa, confusão, movimento. Aqui dentro a gente segue se amando. Lá fora o garoto brinca, corre, grita. Aqui dentro continuamos a nossa exploração mútua. Eles jogam futebol; beijamos. Eles gritam, eu e você sussurramos. Não quero sair daqui - e desejo que meu desejo seja o seu desejo. Lá crepúsculo, cá cobertor azul protegendo abraços e carinhos. O mundo todo preocupado com o começar e nossa preocupação sempre é e será o durante. Todos vendo tudo passar sem perceber todos os sabores que lá estão; por isso, aqui pertinho de você, cuido em degustar todos os teus cheiros e gostos. Discutem a política e os percausos da vida. Somos mais espertos e apenas trocamos olhares, que dizem muito mais e melhor. Ficamos aqui então, nada que possa vir lá de fora me interessa mais do que o que temos aqui dentro. Só me faça um favor: Vem aqui perto, 0lha -me assim, dá aqui um abraço e não saia dessa cama por nada, pode ser ?

5 comentários:

  1. e o que importa tá sempre do lado de dentro, né fabinho??
    Feliz por essa felicidade que li aqui, por você ter aparecido no blog...é felicidade pra todo canto agora!!!rsrs

    beijos de chuva

    ResponderExcluir
  2. ah; instantes eternos esses!
    =)

    ResponderExcluir
  3. Passando pra conhecer o blog, e desejar um otimo feriado
    bjssss

    aguardo sua visita :D

    ResponderExcluir
  4. É sim fabinho, quando em vez coloco pra divulgar e embelezar o texto. Coloquei os créditos no anterior...
    Bom ter visitas suas!!!

    beijos de felicidade

    ResponderExcluir

Pode ser a maior das bobagens ou uma idéia brilhante. Quero saber o que você pensa.